10 passos para uma alimentação saudável

“Nada como uma boa noite de sono, como é bom acordar de bom humor”, automaticamente já pensamos: terei um bom dia hoje, cheio de vida a viver. Esta realidade precisa se tornar normal e habitual para nós, pois são atividades simples e que dependem e penas alguns nutrientes para que possamos sentir a disposição reflexo delas, nutrientes estes, além dos que são consumidos através da comida. Também alimentamos nossa mente e se a alimentamos com boas leituras, bons convívios sociais, etc. Fazendo isso, estaremos alimentados de sentimentos positivos que nos geram boas ações. Jã parou para pensar nisto? Quando pensamos em nossa saúde e seus efeitos em nossa qualidade de vida, inconscientemente pensamos na realização de todas as nossas atividades de rotina, não nos dando conta de como nossa saúde é importante e valiosa e que vai muito além disso. Somente quando alguma doença nos atinge, é que lembramos de cuidar de nossa saúde. Temos em nossas mãos o poder de prevenir diversos problemas e doenças como diabetes, hipertensão e câncer, com apenas alguns passos para uma alimentação apropriada. O Ministério da Saúde criou uma cartilha que contém os 10 Passos da Alimentação Saudável, que o auxilia na construção de bons hábitos com pequenas, mas efetivas atitudes, onde podemos não só nos mudar nossa vida, mas também, as vidas de quem está ao nosso redor, pessoas que amamos. Quer ver como é simples: Planeje suas compras de mercado com alimentos naturais ou minimamente processados. Opte por comida de verdade, alimentos não processados. Volte a visitar a feira e no supermercado, passe e consuma os produtos dos repartimentos onde contém alimentos de verdade. Dona Nazaré, dona de casa muito esperta, já conhecia as dicas e percebeu que acontecia uma economia considerável ao planejar suas compras. Ao invés de pegar primeiro os alimentos industrializados e enlatados, Dona Nazaré passou primeiro a escolher frutas e verduras, alimentos da época e região, fazendo uma feira colorida e variada e somente depois, se necessário, comprar itens industrializados. Dona Nazaré afirma que “Além de diminuir os custos nas comprar semanais, percebi o aumento do consumo de frutas em casa com meus netos. Dando o exemplo, consegui mudar o hábito e melhorar a saúde de todos”. Alimentos naturais e minimamente processados são a base ideal para uma alimentação nutricionalmente balanceada, saborosa, apropriada e promotora de um bom sistema alimentar. Com toda essa mudança, Dona Nazaré hoje faz diversas receitas inspiradas no livro “Alimentos Regionais Brasileiros”, livro gratuito com receitas de nosso país. Nazaré constatou que comida de verdade é muito mais em conta e que com o dinheiro extra, começou o cultivo de sua horte de temperos e chás, uma verdadeira farmácia viva.

Desembale menos e descasque mais. Shirley de Jesus, Nutricionista.