Central de Relacionamento e Atendimento 0800 940 8310

8ª Campanha de Imunização

contra a Gripe H1N1 2021

O que é a gripe H1N1?

A gripe H1N1, ou influenza A, é provocada pelo vírus H1N1, um subtipo do influenza vírus do tipo A. Ele é resultado da combinação de segmentos genéticos do vírus humano da gripe, do vírus da gripe aviária e do vírus da gripe suína.

Quais são os sintomas?

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais se a pessoa que apresentar: febre alta, acima de 38ºC, de início repentino; dor muscular, de cabeça, de garganta e nas articulações; irritação nos olhos; tosse; coriza; cansaço; inapetência; vômitos e diarreia.

Qual a importância da Vacinação?

O processo de imunização através da vacinação permite que o indivíduo desenvolva resposta imunitária sem entrar em contato com o patógeno causador da doença na sua forma íntegra. Algumas vacinas terão em sua composição o vírus enfraquecido, inativado ou até mesmo apenas partes virais. O importante é ativar a resposta imunitária simulando o que ocorreria numa eventual infecção, mas sem o risco do desenvolvimento da doença real.

Quem poderá se vacinar?

Todos os empregados ativos da ELN E AMGT e seus respectivos dependentes diretos, acima de 6 meses, bem como, toda a força de trabalho, incluindo estagiários e menores aprendizes e ainda os beneficiários do Plano Master e força de trabalho da EVIDA. Crianças de 6 meses a 8 anos de idade (inclusive) devem tomar 2 doses de 0,5 ml, com, pelo menos, 4 semanas de intervalo, desde que não tenham recebido uma dose no ano anterior. Se estas crianças tiverem sido vacinadas anteriormente, recomenda-se a administração de uma única dose de 0,5 ml. Adultos e crianças a partir de 9 anos de idade: 1 dose de 0,5 ml.

Quando e onde vacinar?

A 8ª Campanha terá início em 26/04/2021.

Acesse abaixo o cronograma da 1ª Etapa de Vacinação.

Crianças podem vacinar?

Com apoio da Sanofi Pasteur, disponibilizamos abaixo uma cartilha que detalha a importância da vacinação H1N1 infantil.

Medidas de Prevenção

  • Imunizar-se;
  • Lavar frequentemente as mãos com bastante água e sabão ou desinfetá-las com produtos à base de álcool;
  • Jogar fora os lenços descartáveis usados para cobrir a boca e o nariz, ao tossir ou espirrar;
  • Evitar aglomerações e o contato com pessoas doentes;
  • Não levar as mãos aos olhos, boca ou nariz depois de ter tocado em objetos de uso coletivo;
  • Não compartilhar copos, talheres ou objetos de uso pessoal;
  • Suspender, na medida do possível, as viagens para os lugares onde haja casos da doença;
  • Procurar assistência médica, se o doente pertence a um grupo de risco e se surgirem sintomas que possam ser confundidos com os da infecção pelo vírus H1N1 da influenza tipo A. Nos outros casos, permanecer em repouso e tomar bastante líquido para garantir a boa hidratação.

Posso tomar a vacina da COVID-19 e da Gripe H1N1 juntas?

Não! É recomendado que o intervalo entre as vacinas COVID-19 e INFLUENZA seja de pelo menos 14 dias.

F.A.Q - Perguntas e Respostas

Todos os empregados ativos da ELN e AMGT e seus respectivos dependentes diretos, acima de 6 meses, bem como, toda a força de trabalho, incluindo estagiários e menores aprendizes e ainda os beneficiários do Plano EVIDA Master e força de trabalho da EVIDA.

Crianças de 6 meses a 8 anos de idade (inclusive) devem tomar 2 doses de 0,5 ml, com, pelo menos, 4 semanas de intervalo, desde que não tenham recebido uma dose no ano anterior. Se estas crianças tiverem sido vacinadas anteriormente, recomenda-se a administração de uma única dose de 0,5 ml.

Adultos e crianças a partir de 9 anos de idade: 1 dose de 0,5 ml.

A vacina utilizada será a TETRAVALENTE, marca SANOFI – 2021.

Crianças menores de 6 meses, quem já teve reações anafiláticas em aplicações anteriores. Quem teve a síndrome de Guillain-Barré ou tem reações alérgicas graves a ovo –a vacina contém traços de proteínas do alimento– também deve ter cautela.

Quem foi infectado fica imunizado por um tempo, mas depois pode contrair adoença. O tempo de imunização após a infecção é mais prolongado que o da vacina,porém não é possível prevê-lo porque é bastante variável.

Sim, desde que não tenha tido febre no dia.

A EVIDA reembolsará somente as doses dentro do período da Campanha, ou seja, as doses que forem administradas após o dia 26/04, quando a Imunização terá início.

Nota fiscal ou recibo em seu nome.

Caso não consiga participar da Campanha oferecida pela EVIDA o valor reembolsado será de R$ 89,00 (oitenta e nove reais), descontada à coparticipação.

Caso a campanha não contemple a sua localidade, o valor reembolsado será de R$ 89,00 (oitenta e nove reais) sem a cobrança de participação.

Não precisa apresentar pedido ou autorização, apenas NF ou recibo.

Início em 26 de abril e término em 25 de junho de 2021.

Recomenda-se buscar orientação médica antes de tomar, para avaliação pontual do caso.

Não. As solicitações serão aceitas a partir do dia 26/04/2021.

O beneficiário tem o prazo de 12 (doze) meses para solicitar o reembolso, a partir da data de emissão do documento fiscal que seja a partir de 26/04/2021.

Ainda com dúvidas?

Telemedicina é usar a tecnologia para aproximar médicos e pacientes, ganhando tempo no tratamento e muitas vezes evitando riscos de exposição nos hospitais, de maneira desnecessária. Antes de procurar um hospital, faça uma consulta médica online, o médico irá fazer o diagnóstico, podendo solicitar exames, prescrever medicamentos e te orientar nesse momento. O serviço será oferecido através de vídeo chamada, com clínico geral de Pronto Atendimento Online, 24h por dia, 7 dias por semana. Basta baixar o aplicativo CONEXA SAÚDE, disponível na App Store ou Google Play, fazer o cadastro e realizar a teleconsulta.

Com uma equipe de saúde composta por médicos e enfermeiros especializados para esclarecer dúvidas de saúde e atender situações de urgência ou emergência, o +Saúde EVIDA oferece atendimento por telefone, 24 horas por dia e sete dias por semana, com toda a comodidade e segurança que você precisa!